Ideias Criativas E trinta e cinco Projetos Inspiradores!

Francisco, filho de Preta Gil, e Laura Fernandez, se mudaram há pouco tempo pra um apartamento com a pequena Sol. Até pouco tempo, eles moravam com Preta. A cantora, aliás, começou uma reforma na sua casa. Por hora, ela e o marido, Rodrigo Godoy, estão temporariamente morando na residência do pai dela, Gilberto Gil.

Advertisement

O deque com vista pro mar tem piso formado por madeira de demolição. Projeto de Dante Della Manna. Em sintonia com a atmosfera despojada deste local no litoral paulista, revestimentos suntuosos estavam fora de cogitação. Optou-se na massa rústica na parede, levemente ondulada e fosca, além do piso de cimento.

  • Latas pra mantimento
  • Salute (Little Mix)
  • 32/33 Decoração mesa de Natal
  • 30 - Abrir um Negócio de Confecção de Posts Cama e Mesa

Uma das paredes é feita de pedra retirada de uma antiga casinha do terreno, demolida antes do começo das obras da moradia de 368 m². O capricho nos acabamentos se revela também nas esquadrias, ante quantidade, de peroba reciclada. Projeto de Carlos Warchavchik e Ana Paula Calbucci. Com saída pra todos os lados, o chalé de 197 m² pela região de Campos do Jordão, SP, não retém frente e fundos. As amplas aberturas envidraçadas permitem completa integração da construção com o entorno.

Advertisement

A adoção de poucos materiais – todos naturais – pela fachada reforça a sensação de Sobre a Importancia De Planejar A Tua Reforma Ou Decoração . Do solo rochoso do lugar vieram as pedras que formam as paredes e conferem ao refúgio a sensação de solidez. Projeto de Evani Kuperman Franco e Geraldo Borges Fortes. Apesar de ser concebido nos moldes de uma log home (moradia de toras), este chalé de 285 m² ganhou paredes de alvenaria e generosas aberturas. Os troncos de eucalipto foram tratados quimicamente contra fungos e cupins. Torres laterais de pedra dão um estilo sólido à construção, além de abrigar a lareira.

A cobertura com telhas shingle (de massa asfáltica) fica apoiada pelos curiosos pilares em forma de Y. Projeto de James Lawrence Vianna. Inspirada nas cabanas de pescadores do litoral sul da Bahia, a construção de 150 m² se caracteriza pelo aproveitamento da madeira. Com alicerces de eucalipto e telhados aparentes, o avarandado é coberto por troncos de biriba, árvore comum nas redondezas.

Advertisement

Aqui, o jeitão rústico ganha leveza e linhas retas com grandes aberturas e farta utilização de vidros. Como Deixar A Tua Moradia Mais Aconchegante No Inverno de David Bastos. Criada no irão entre duas grandes rochas no alto da Serra da Mantiqueira, MG, com horizonte ao norte e montanhas ao sul, esta residência de 573 m² mantém a mesma linguagem da natureza.

Com estrutura mista de concreto e madeira, exibe objetos em estado bruto, sem acabamentos. Muros de pedra estão na apoio e nos peitoris. As paredes são de tijolos aparentes, e os pisos, de ardósia. Projeto de Marcos Acayaba. Aberta para a piscina e a represa, esta residência de 620 m², em Avaré, SP, chama a atenção com tuas fachadas alaranjadas revestidas de massa grossa. A rusticidade é reforçada por painéis de troncos finos de eucalipto que dão movimento à fachada principal. As portas-camarão são de cedro-rosa. Projeto de Gui Mattos. Uma pitada de arenito em alguns blocos, cores claras nas paredes e maneiras retas delineiam esta residência de campo de 244 m², em Campos do Jordão, SP.

Advertisement

A pedra cortada de Cinco Dicas De Decoração Para Cozinhas Pequenas e a madeira do telhado conferem ao refúgio uma aparência bruta e sólida. Projeto de Claudia Pecego Meyer. Nesta residência de praia de cinquenta e seis m², os instrumentos rústicos foram trabalhados com esmero, e desafios, como insolação e umidade, resolvidos com sucesso. A suporte de jatobá suspensa sobre blocos de concreto afasta a umidade.

Pela fachada, venezianas de madeira ajudam a refrescar. Janelas e portas envidraçadas, que evidenciam a paisagem ambiente, são protegidas da chuva pelos largos beirais da cobertura. CASACOR PE 2018 E O Estímulo De Projetar O Primordial Na Arquitetura espaço, deques e varandas servem à circulação. Projeto de Eduardo Martins de Mello. A mistura de aparato rústicos e industrializados, como blocos de concreto pela parte inferior e réguas de pínus e telhas de aço galvanizado na porção superior, garante a esta moradia de trezentos m² um porte despojado. O projeto seguiu os princípios da orientação solar: tem pergolados na face oeste, para regular as entradas de luz e calor, e amplas portas-balcão na lateral, voltada pro leste.

Share This Story

Get our newsletter